Porto Alegre e Maranhão monitoram arboviroses pelo InfoDengue

Porto Alegre e Maranhão monitoram arboviroses pelo InfoDengue

Em operação desde 2015, o sistema online de monitoramento de arboviroses InfoDengue ganhou novos parceiros. Os Governos do Maranhão e de Porto Alegre mostram que, apesar da preocupação atual com a Covid-19, as secretarias de Saúde, tanto do Estado do Maranhão quanto do município de Porto Alegre (capital do Rio Grande do Sul), preferiram optar por também manter o monitoramento constante das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

O projeto é uma parceria da Fiocruz e da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e tem como principal objetivo fornecer boletins semanais completos para as secretarias com os dados de notificação obrigatória, dados meteorológicos (já que a transmissão é influenciada pelo clima), dados de menção à dengue nas redes sociais (entendendo que muitas pessoas buscam informação e auxílio nessas plataformas quando estão doentes) e dados demográficos.

“Porto Alegre e os municípios do Maranhão entram no Infodengue num momento muito importante em que estamos renovando os indicadores epidemiológicos. As condições climáticas muito distintas auxiliarão na calibração dos modelos preditivos, que alimentam os boletins enviados semanalmente para os parceiros”, destaca Cláudia Codeço, pesquisadora da Fiocruz e coordenadora do InfoDengue.

O Estado do Maranhão terá seus 217 municípios monitorados pelo InfoDengue. De acordo com o Secretário de Estado da Saúde do Maranhão, Carlos Lula, o InfoDengue chega para somar com mais informações e suporte no combate às doenças provocadas pelo mosquito.

“O programa desenvolvido pela Fiocruz chega para reforçar o trabalho de combate ao Aedes aegypti, realizado em todo o estado, o que vem sendo através de ações articuladas com os municípios e campanhas educativas e de conscientização da população. Informações precisas são fundamentais para o planejamento das ações, por isso, o InfoDengue chega para somar”, disse o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Atualmente, os 792 municípios de todo o Brasil que aderiram ao programa InfoDengue estão sendo monitorados no site. Em breve, será possível acompanhar através de um resumo da situação de alerta também das novas localidades.

 

Fonte: Imirante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *