Como preparar sua casa para uma pandemia

Como preparar sua casa para uma pandemia

O Estágio atual mundial representado pela contaminação global do vírus SARCov-2 , agente causador da COVID-19 veio expor o mundo a uma realidade, as pessoas não estão preparadas para um enfrentamento nesta magnitude. A presença, em nossas portas de uma verdadeira guerra biológica, que nos parecia tão distante e irreal, passou a ser, repentinamente, uma realidade nas nossas vidas. A conclusão geral que nos deparamos é, “o que fazer nesta situação e como preparar nossas casas frente a um inimigo invisível, traiçoeiro, implacável e totalmente presente. Este vírus, embora com uma taxa de mortalidade considerado baixo , apresenta uma taxa de morbidade das maiores já vistas que, como na obra de Julio Verne deu a volta no mundo , na certa que demorou um pouco mais do que os 80 dias da obra, no entanto sua velocidade foi suficiente para espantar toda a comunidade científica mundial.

O que fazer então? Existe um manual de como lidar nestas situações ?

A resposta é não, esta é a razão de nos acharmos tão perdidos, ligados 24 horas por dia na internet atrás de informações e nos tornando totalmente susceptíveis a uma enxurrada de fake news. Nos encontramos frente a um dilema, o que é verdade e o que é Fake. A credibilidade virou um produto extremamente valorizado. Agora, como agir de modo correto em nossas casas. A seguir vou apresentar um passo a passo deste modo de ação:

CASAS:

Entrada – capacho de vinil – que deve ser lavado semanalmente, impregnado com uma solução clorada (3 colheres de água sanitária por litro de água). ao lado dela um pano de chão para se enxugar o sapato. A razão é a eliminação de contaminantes vindos da rua para dentro de casa, a ação física do capacho já reduziria cerca de 85% a contaminação, aliada a presença de cloro, eliminaria, em cerca de 1 minuto a atividade do SARSCov-2. Esta ação seria semelhante a função de pedilúvios na entrada de indústrias de alimentos ou par adentrar em uma piscina pública. A razão do pano de chão ao lado é a de eliminação de excesso de substância ao lado da porta, na parte de dentro, um pano de chão envolto em sacos plásticos (de lixo de 100 l) para os sapatos permanecerem, não entrando na parte inter da casa. Um local com álcool gel para, desinfecção, na palma da mão de objetos como anéis, alianças e chaves. A pessoa deverá se dirigir até a pia, onde lavara com água e sabão (abundantes e corretamente) as mãos.

No caso da presença de doentes, com sintomas leves, que sejam orientados para permanecer em casa e não em um Hospital para tratamento. Ela precisará ficar isolada. As pessoas da casa devem ser treinadas com relação ao qual local irão permanecer isoladas. O uso de utensílios descartáveis (copos, talheres, pratos) é inteligente pois não exporia outras pessoas no momento desta lavagem.

No caso de homens, tem que retirar a barba (se tiverem), mulheres não podem usar batom ou esmalte pois indícios que a doença se agravou, também são dados pela insuficiência respiratória com tonturas, perda de fôlego e lábios e pontas dos dedos roxas. Neste caso deverá ir, imediatamente a um hospital. As pessoas da casa já deverão saber qual o local de destino.

Após a pessoa doente se alimentar, deverá acondicionar os materiais em um saco de lixo, aspergindo com um borrifador, solução clorada (3 colheres de sopa de água sanitária por litro de água), na parte interna do lixo e na parte externa, deixando na porta para ser recolhido por um outro morador, com luvas e máscara. Este lixo, antes de descartas (dentro de um recipiente próprio, com saco), deverá ser submetido a uma nova aspersão com solução clorada e desprezado.

Sendo possível, a própria pessoa seria interessante passar um pano com solução clorada, no piso (rodos, panos, baldes, água sanitária deverão estar próximos a ela) e objetos de uso.

Outras pessoas encarregadas da limpeza do banheiro e do próprio quarto ou local de quarentena, deverão usar luvas, máscara, aventais (se possível descartáveis) e proceder a todos os processos de higiene normais, lavagem das mãos, banho (inclusive com lavagem dos cabelos e não utilização de anéis e outros adornos). As roupas de cama e do doente poderão ser lavados em máquina, não é preciso separação com as roupas de outras pessoas não doentes, com água , abundante sabão, adicionado de uma xícara de bicarbonato, após secar , passar a ferro bem quente.

 

Fonte: Pragas & Eventos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *